ICCyber 2010: Polícia Federal usa detecção de nudez no combate à pedofilia

postado em 18 de set de 2010 13:52 por webmaster site   [ 20 de set de 2010 05:16 atualizado‎(s)‎ ]
André Cardozo

O uso de ferramentas digitais no combate à pedofilia foi um dos temas abordados no último dia do ICCyber 2010, evento de perícia cibernética que ocorre em Brasília. Mateus Polastro e Pedro Eleutério, peritos da área de crimes cibernéticos da Polícia Federal, apresentaram a NuDetective, ferramenta de detecção de nudez em arquivos digitais.

iG

NuDetective: deteção de nudez em arquivos de imagem. Ferramenta varre o disco rígido e localiza fotos com conteúdo ilegal

Segundo o perito Eleutério, há basicamente três métodos para descobrir nudez em arquivos de um disco rígido. O primeiro deles é o hash, mecanismo de programação que gera uma identidade única gerada para cada arquivo de computador. 

A Polícia Federal tem um banco de dados com hashes de milhares de arquivos ilegais. Eles são comparados com novos arquivos adquiridos em diligências policiais para detectar arquivos ilegais. "Uma limitação desse método é que ele detecta apenas arquivos já conhecidos por nós. Não há como localizar novos arquivos, já que não temos os hashes para comparar", explica Eleutério.

O segundo método de localização é a avaliação de nomes. "Por meio de análise de palavras-chave em nomes de arquivos, podemos localizar quais deles contêm conteúdo impróprio", diz o perito. A desvantagem desse método é a geração de falsos positivos, já que muitas vezes os nomes dos arquivos não correspondem ao conteúdo.

Detecção de nudez

Um terceiro método, usado pela NuDetective e ferramentas similares, é a detecção de nudez. "Ela é analisa a foto e procura por áreas com tom de pele humana. A partir daí, o programa faz comparações entre o percentual de pele e o total de bytes do arquivo, entre outras análises", afirmou o perito Polastro.

O especialista explicou que a NuDetective usa valores do padrão RGB para determinar quais áreas correspondem a pele humana. Ele acrescentou que a ferramenta identifica vários tons de pele e também trabalha com os métodos de hash e identificação de palavras-chave.

A NuDetective já é usada pela Polícia Federal no Mato Grosso. Os peritos agora trabalham para que a ferramenta possa detectar também vídeos impróprios.

Fonte: iG Tecnologia. Disponível em <http://tecnologia.ig.com.br/noticia/2010/09/17/iccyber+2010+policia+federal+usa+deteccao+de+nudez+no+combate+a+pedofilia+9593758.html>. Acesso em 18 set 2010.
Comments